fbpx

Pedra de Alúmen contra suor excessivo (hiperidrose)

O cérebro é o principal órgão do sistema nervoso humano. Isso porque ele controla o corpo por meio de ações voluntárias e involuntárias.

As primeiras citadas, as ações voluntárias, são aquelas que nós, humanos, temos vontade própria, como comer, falar e andar.

Já as ações involuntárias são àquelas que acontecem sem percebermos.

Podemos citar, nesse caso, a respiração e os batimentos cardíacos já que não podem ser controlados.

Além dessas, a sudorese também se encaixa em uma ação involuntária. Esta atividade, por sua vez, é normal e até saudável ao nosso organismo.

Isso porque a transpiração é responsável por controlar a temperatura do nosso corpo. Assim, ela ganha o status de termorreguladora.

O suor, entretanto, produzido e excretado em grande quantidade é bem prejudicial, assim como qualquer outro excesso, e torna-se uma condição chamada hiperidrose.

Esta, apesar de não apresentar cura, pode ser tratada inclusive por meio do uso de antitranspirantes.

Mas será que o desodorante de alúmen de potássio funciona?

Hiperidrose: o que é e como trata?

Hiperidrose significa sudorese em excesso e, atualmente, é classificada como uma condição que, infelizmente, não é tão conhecida por aí.

Esse fato chega a ser contraditório já que, de acordo com dados, a hiperidrose atinge cerca de 1% a 5% da população.

Apesar disso, há uma grande parcela que nem sabe que sofre desse problema, principalmente por falta de informação.

Aliás, esse desconhecimento é prejudicial para todos já que, geralmente, é atrelado a comentários negativos, desnecessários e depreciativos.

Há, inclusive, quem ache que a hiperidrose é sinônimo de falta de higiene. No entanto, não é isso que acontece.

Isso porque essa condição corresponde ao hiperfuncionamento das glândulas sudoríparas écrinas que, embora estejam espelhadas pelo corpo, estão em maior predominância nas axilas, mãos e pés.

Logo, é frequente a reclamação do suor excessivo nas regiões citadas, principalmente, se a pessoa é diagnosticada com hiperidrose primária focal que atinge crianças e adolescentes.

Há também, entretanto, a hiperidrose secundária generalizada. Esta acontece devido à uma condição médica, como determinadas enfermidades, ou por conta do efeito colateral do uso de remédios.

Nesse tipo, o suor excessivo atinge todas as áreas do corpo ou regiões mais incomuns.

Tratamento para hiperidrose

O tratamento para hiperidrose depende – e muito! – da região em que a transpiração em grande quantidade acomete.

No caso do suor nas axilas, os métodos mais utilizados são:

  • Uso de antitranspirantes
  • Ingestão de medicamentos anticolinérgicos
  • Aplicação de toxina botulínica (popularmente como botox)
  • Realização de procedimentos cirúrgicos

Cada estratégia analisada deve, obviamente, ser analisada de forma individual.

Isso porque nem sempre o melhor método para uma pessoa vai ser eficaz para outra.

Por isso, é importante que você procure um médico dermatologista que possa te auxiliar e sanar possíveis dúvidas.

A realização de procedimentos cirúrgicos bem como a aplicação de toxina botulínica (botox) são, geralmente, recomendados para casos mais graves.

O uso de antitranspirantes, entretanto, deve ser utilizado para qualquer pessoa: seja com hiperidrose forte, fraca ou mediana.

Nesse caso, será que todos os produtos funcionam? A pedra de alúmen pode ser uma opção válida?

Pedra de alúmen: o que é e como age?

A pedra de alúmen, nos últimos anos, tem sido bem visada no mercado, principalmente quando o assunto é beleza.

Apesar de ser conhecida por desodorante de cristal, ele também chamado de pedra de hume.

Isso porque esse produto é uma pedra semi transparente e esbranquiçada feita por meio do mineral alúmen de potássio.

Sendo uma alternativa natural, o alúmen de potássio não contém componentes químicos adicionais o que, consequentemente, faz com que o nosso corpo tolere.

Além disso, a pedra de alúmen também consegue proporcionar muitos benefícios já que ela tem os seguintes efeitos:

  • Adstringente
  • Antibacteriana
  • Antisséptico
  • Cicatrizante
  • Hemostática

Diante dessas propriedades, a pedra de alúmen de potássio pode ser utilizada para suavizar estrias, curar aftas, cicatrizar feridas, diminuir espinhas e reduzir a transpiração.

Além desses benefícios, o alúmen de potássio não deixa manchas na pele e nem nas roupas e nem é absorvido pela pele.

Por conta disso, ele pode ser utilizado por pessoas hipersensíveis ou alérgicas.

A pedra de alúmen, apesar de ser natural e sem componentes químicos, não pode ser utilizado na parte intima feminina.

Isso porque o produto pode desequilibrar o pH, pode causar ressecamentos das mucosas, infecções graves e queimaduras.

Como usar pedra de alúmen?

Utilizamos, geralmente, os antitranspirantes após o banho e o desodorante de alúmen de potássio não é diferente.

Então, siga o seguinte passo a passo:

  • Com o banho tomado e de corpo limpo, molhe a pedra de alúmen e passe-as pelas axilas
  • Ao final, seque o produto antes de armazena-lo

Fácil e prático, né? Assim, ele pode ser levado para qualquer lugar que você queira.

Além disso, como não há muito desperdício, o desodorante de alúmen de potássio costuma durar bastante o que, consequentemente, acaba sendo bem econômico.

Desodorante de alúmen de potássio funciona para suor excessivo nas axilas?

Um dos benefícios do desodorante de alúmen de potássio é a diminuição do suor excessivo nas axilas.

Diante disso, na teoria, podemos dizer que o produto funciona para a hiperidrose axilar.

Entretanto, estamos cientes que nem todos os desodorantes ou antitranspirantes são unanimidade, principalmente, quando o assunto é hiperidrose.

Por isso, cabe à você, testar a pedra de alúmen e notar se ela, de fato, contribui na redução da transpiração.

E aí, gostou do nosso post?

Já usou desodorante de alúmen de potássio?

Se sim, o que achou?

A maior loja virtual para quem sofre de hiperidrose do Brasil!
Facebook
Twitter
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.