Sibutramina faz suar? Aumenta hiperidrose? Saiba agora!

Tratar a hiperidrose é um processo complicado e, muitas vezes, frustrante.

Isso porque nem sempre os tratamentos conseguem, de fato, dar resultados satisfatórios.

Além disso, qualquer mudança na rotina, seja na alimentação, hábitos ou medicamentos, pode piorar o suor excessivo.

Assim, não é incomum vermos pessoas que sofrem com suor excessivo com medo de certos remédios.

Um desses medicamentos é a Sibutramina.

Mas será que ele é um dos remédios que aumentam suor ou não?

Quer saber mais sobre esse assunto?

Basta acompanhar a leitura deste artigo até o fim! Vamos lá?

Remédios e substâncias que pioram o suor excessivo (hiperidrose)

Tudo que você precisa saber sobre Sibutramina

Sibutramina: para que serve?

A Sibutramina é um medicamento bastante controverso, muito utilizado por aqueles que querem emagrecer.

De acordo com sua bula, a Sibutramina é indicada como uma maneira de “terapia adjuvante como parte de um programa de gerenciamento de peso”.

Isso seria voltado para pessoas obesas com IMC igual ou maior que 30 kg/m².

0 consumo desse medicamento, assim como de qualquer outra substância farmacológica, deve ser feito sob orientação e aval de um médico especialista no assunto.

Embora a Sibutramina seja indicada para pacientes que desejam e precisam perder peso, não é todo paciente que está apto o suficiente para tratar a obesidade com este medicamento.

Nesse contexto, entra o médico para avaliar o caso especifico.

Além disso, o especialista também é o profissional de saúde mais indicado para alterar a posologia ou suspender esse tratamento se ele achar necessário.

Esses casos são, normalmente, aqueles que não apresentam bons resultados em um período de tempo.

Quais são as contraindicações da Sibutramina?

A Sibutramina é um dos únicos remédios controlados utilizados por pacientes que precisam perder peso.

Assim, é um medicamento que precisa ter prescrição dada por um médico que é o capaz de avaliar se o paciente tem algum fator contraindique o uso da Sibutramina, como:

  • Histórico de diabete mellitus tipo 2 com outro fator de risco (hipertensão controlada, tabagismo, nefropatia diabética com evidência de microalbuminúria ou dislipedmia)
  • História de doenças cardíacas e arterial bem como problema cerebrovascular (acidente vascular cerebral, AVC, ou ataque isquêmico transitório, TIA)
  • Hipertensão controlada inadequadamente
  • História ou presença de transtornos alimentares
  • Uso de outro medicamento de ação central para redução de peso ou de tratamento de transtornos psiquiátricos

Efeitos colaterais da Sibutramina

Por ser um remédio controlado, a Sibutramina pode ser perigosa e, por isso, é importante conhecer as reações adversas que podem ser ocasionadas pelo uso desse medicamento. As principais são:

  • Constipação
  • Boca seca
  • Insônia
  • Taquicardia
  • Palpitações
  • Aumento da pressão arterial
  • Vasodilatação
  • Náuseas
  • Delírios
  • Tonturas
  • Cefaleia
  • Ansiedade
  • Alterações do paladar
  • Sudorese

Os três primeiros efeitos colaterais descritos (constipação, boca seca e insônia) são reações muito comuns entre os pacientes. O resto dos sintomas, por sua vez, são são consideradas apenas como ‘comuns’ e ‘frequentes’ entre as pessoas que utilizam a Sibutramina para perder peso.

 Sibutramina faz suar? Verdade ou mito?

Uma das muitas questões em relação à Sibutramina é que ela, de fato, aumenta a sudorese, como vimos nos efeitos colaterais descritos acima.

No entanto, apesar de muitas pessoas acharem que esse medicamento age como um termogênico, isso acontece porque ela inibe a receptação de serotonina, o hormônio da felicidade.

Fazendo essa receptação, o hormônio da felicidade, por fim, acaba interferindo nos centros regulatórios da temperatura corporal que, por sua vez, fica localizada no hipotálamo.

Dessa maneira, o corpo entende que sua temperatura está mais alta que o normal e, por isso, produz e excreta mais suor para que essa temperatura seja controlada.

Assim, podemos dizer que a Sibutramina é um dos remédios podem aumentar o suor.

Depoimentos de quem tomou Sibutramina

Após consultar um médico, é sempre bom procurarmos pessoas que já passaram por uma experiência igual ou parecida com a nossa para nos acalmarmos em relação ao tratamento de algum problema.

Assim, não é difícil encontrarmos depoimentos de quem tomou Sibutramina.

Achamos relatos bem interessantes e super importantes de quem já sofre com a hiperidrose.

A maioria das pessoas comentaram que, de fato, sentiram que o suor excessivo aumentou conforme o tratamento com o remédio em questão.

Confira, abaixo, alguns comentários:

É fato que toda experiência é individual e subjetiva visto que cada organismo age e se adapta de uma forma diferente.

No entanto, a comprovação de que a Sibutramina aumenta a questão do suor excessivo está citada na bula que é, por sua vez, um documento importante sobre remédio.

Diante de todas essas considerações, ressaltamos a importância de buscar ajuda nutricional e de educadores físicos para perder peso com saúde e de forma saudável.

Assim, você evita tomar determinados medicamentos, como a Sibutramina, e, com isso, seus efeitos colaterais.

Você já tomou conhece alguém que tomou Sibutramina?

A sudorese aumentou de fato?

Queremos saber da experiência!

Top 4 melhores antitranspirantes para combater a hiperidrose!

Fontes: [1] [2]

 

 

Facebook
Twitter
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.